Acesso a Informação

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Acesso Rápido

Página Inicial Notícias Suspeito de matar bombeiro militar é preso em ação da Polícia Civil
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Suspeito de matar bombeiro militar é preso em ação da Polícia Civil
Qui, 28 de Dezembro de 2017 15:41

 

 

A Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio de uma ação coordenada pela Delegacia Metropolitana do Eusébio, capturou um dos autores dos disparos que matou o subtenente da reserva do Corpo de Bombeiros Militar, Francisco Luciano Ferreira Gadelha. O crime aconteceu no dia 22 de março deste ano, no município de Maracanaú, Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12). A prisão de "Jossim" foi efetuada, na manhã desta quarta-feira (27), em uma residência no Eusébio (AIS 13).

Informações levantadas pela Delegacia Metropolitana de Maracanaú e compartilhadas com a Delegacia de Eusébio levaram à localização do suspeito de ter disparado contra o servidor da segurança pública. O autuado estava em uma residência, no bairro Autódromo, no momento em que os policiais cumpriam o mandado de prisão em desfavor dele. Não houve reação por parte do suspeito. Após busca minuciosa no imóvel, os policiais civis encontraram, em cima da geladeira, um pequeno balde contendo cinco munições calibre 38 e 12 munições calibre .45.

De acordo com as investigações acerca do crime contra o militar, os levantamentos apontam para a participação de seis homens, que estavam divididos em dois veículos. Três homens foram até a residência do bombeiro, no bairro Conjunto Jereissati, com a intenção de raptar a filha e o neto da vítima e matá-lo em seguida. Os suspeitos chegaram ao imóvel e renderam duas pessoas e a filha do militar. Em sequência, a filha do militar foi levada como refém. O subtenente havia saído de casa há poucos minutos e, quando retornou, ele se deparou com outros três suspeitos, que iniciaram os disparos. A filha do militar foi liberada horas depois no município de Beberibe (AIS 18), com algumas escoriações. O subtenente foi levado para uma unidade médica, mas não resistiu e faleceu.

No dia seguinte ao crime, Jorge Mayron Teixeira da Silva (20) foi preso em flagrante, e o carro utilizado na ação, um VW Gol prata, foi apreendido pelos policiais. Desde então, a Polícia Civil trabalha para capturar os outros suspeitos, já identificados, mas que seguem foragidos.

Conforme investigações, a ação criminosa foi orquestrada por Jangledson de Oliveira, conhecido por "Nem" ou “Nem da Gerusa”, ex-genro da vítima. Ele responde a 10 homicídios, três procedimentos por roubo e um por lesão corporal. O criminoso está incluído na lista dos mais procurados do Estado e é foragido do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte. A Polícia Civil do Ceará permanece com as diligências no intuito de capturar o foragido.

Integrante do grupo criminoso, "Jossim" foi indiciado por homicídio, associação criminosa e por cárcere privado. Além disso, ele foi autuado em flagrante por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O suspeito já responde a dois procedimentos por homicídio.

Denúncias

A população pode contribuir com os trabalhos policiais repassando informações sobre o paradeiro dos suspeitos. As denúncias devem ser feitas pelo número 190, da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), ou pelo 181, o disque denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O sigilo é garantido.

 

Calendário

Janeiro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3