Polícia Civil adota Praça dos Voluntários e acerta detalhes para sua revitalização

11 de Maio de 2018 # #

A Praça dos Voluntários, conhecida como “Praça da Polícia”, localizada em frente à Superintendência da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), na Rua do Rosário, vai passar por um processo de revitalização. O espaço de lazer vai ser adotado pela Polícia Civil, que ficará responsável por sua manutenção. O delegado geral da Polícia Civil, Everardo Lima, recebeu, na manhã dessa quinta-feira (10), o coordenador de Infraestrutura da Regional Centro de Fortaleza e o engenheiro civil, Horácio Melo, para acertar os detalhes da obra.

A obra faz parte do programa “Juntos por Fortaleza”, uma ação integrada entre o Governo do Estado do Ceará e a Prefeitura de Fortaleza, com o objetivo de reformar praças e espaços públicos da Capital. Ao todo, 57 praças serão reformadas, na área de abrangência das sete regionais. A Praça dos Voluntários, está dentro deste pacote, e sua primeira intervenção será feita, na próxima segunda-feira (14), com o isolamento total da praça.

O equipamento receberá da Prefeitura, um novo projeto paisagístico nos canteiros. O mobiliário urbano será todo recuperado e serão inseridos novos espaços, como o bicicletário. A praça também ganhará nova pavimentação com a implantação de piso intertravado. A iluminação também será contemplada. O espaço atenderá aos critérios de acessibilidade, com rampas adequadas às necessidades de pessoas com dificuldade de locomoção e piso tátil.

Os moradores de rua que ficam no entorno da praça serão encaminhados para uma casa de acolhimento, onde passarão a ter cuidados com higiene pessoal e alimentação saudável, oferecendo qualidade de vida para esse público.
A previsão é de que a ordem de serviço para a reforma da praça seja assinada ainda este mês pelo prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana.

Sobre a praça

O nome da praça é oriundo do Largo dos Voluntários da Pátria, uma homenagem aos cearenses que seguiram para lutar voluntariamente, na Guerra do Paraguai (1864-1870). Os voluntários foram alocados na unidade militar de Voluntários da Pátria, para reforçar o efetivo das forças militares, no confronto contra o ditador paraguaio Solano López.