Polícia Civil prende mais três envolvidos em ameaças e expulsões de moradores na AIS 03

10 de Abril de 2018 # # #

Três pessoas foram presas em duas ações deflagradas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), no Bairro Jangurussu, Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03). O trio, formado por um homem e duas mulheres, é suspeito de ameaçar e expulsar famílias na região do Residencial José Euclides Ferreira Gomes. O trabalho policial começou a partir de investigações realizadas por equipes do 30º Distrito Policial (DP), que levaram até os nomes dos infratores.

Mulheres presas

Com base na investigação acerca da expulsão de famílias do bairro por parte de integrantes de grupos criminosos, a equipe comandada pelo delegado Maurício Filho, titular do 30º, chegou até um imóvel, situado no Condomínio Euclides Ferreira Gomes, onde encontrou Débora Brenda Almeida Ferreira (21), com antecedentes criminais por roubo; e Tamiris Santos Almeida (19), que tinha passagens pela Polícia por tráfico de drogas. Na casa onde elas estavam, os agentes de segurança apreenderam várias chaves de casas e apartamentos, além de drogas.

As duas são suspeitas de envolvimento na intimidação e na expulsão de famílias da região. Além dos crimes contra os moradores, as mulheres também são investigadas por um possível envolvimento em um homicídio registrado em 2017.

Na sexta-feira

Na última sexta-feira (6), os policiais do 30º DP já haviam efetuado a prisão de um indivíduo identificado como Antônio Marcos Pereira da Silva (21), também conhecido como “Bizu”. O homem estava em sua casa, onde foi realizada revista por parte dos agentes de segurança. No local, os policiais encontraram uma lanterna de choque, aparelho esse utilizado por “Bizu” para intimidar moradores da região.

No imóvel, foi detectado ainda que havia um circuito clandestino, conhecido como “gato”, usado para roubar energia elétrica. Produtos vendidos de forma ilegal, como cigarros e botijões de gás, também foram apreendidos na casa. Todos os suspeitos foram levados para o 30º Distrito Policial (DP), onde foram autuados por associação criminosa.

Prisões anteriores

Com os resultados obtidos nos últimos dias, chega a dez o número de pessoas capturadas por envolvimentos na expulsão de famílias do Condomínio Euclides Ferreira Gomes. A primeira prisão aconteceu no dia 27 de fevereiro deste ano. Policiais do 30º DP chegaram a Emanoel Marques Palhano (27), também conhecido como “Manel”. As investigações apontavam que ele e seu irmão, identificado como Eugênio Marques Bezerra (38), são responsáveis pelas ameaças e pela remoção de famílias de suas residências. Um terceiro suspeito, identificado como Jefferson Coelho Pereira (20), foi preso no último dia 7 de março. Ele também é apontado como responsável por expulsar as famílias.